CONEXÃO PASSIRA: 3 de Agosto de 2011

Radio

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Governo abre novos leitos de UTI para crianças e recém-nascidos

Governo abre novos leitos de UTI para crianças e recém-nascidos

Dando prosseguimento ao projeto de ampliação e descentralização do tratamento de terapia intensiva em Pernambuco, o Governo do Estado inaugura, nesta terça-feira (02/08), às 10h, dez leitos de UTI. Serão sete de assistência neonatal e três de pediatria, conveniados ao Hospital Infantil Maria Lucinda, localizado na Avenida Parnamirim, número 65, em Parnamirim (próxima à praça Fleming). 

“Estas duas especialidades (neonatologia e pediatria) contam com grande demanda e uma carência de leitos, tanto na rede pública como privada. Esta inauguração demonstra o esforço do Governo do Estado para ampliar e reforçar a rede de tratamento intensivo”, diz o secretário estadual de Saúde, Antonio Carlos Figueira.

Para cada dia em que um paciente for assistido em um leito de UTI no Maria Lucinda, o Estado vai repassar R$ 1,2 mil, o que representa um investimento de 360 mil mês mil.

Com esta nova inauguração, o SUS em Pernambuco passa a contar com 808 leitos de UTI, destes 93 são de assistência neonatal e 81 são de UTI pediátrica. Com os leitos abertos no Maria Lucinda, a SES inaugurou 63 novos leitos desde o dia 15 de julho. Até o fim do ano, serão 935 na rede própria e conveniada. Em 2007 eram 228.

Novo Pernambuco desperta o interesse de empresários alemães

Novo Pernambuco desperta o interesse de empresários alemães


 
Corporativa/Câmara Brasil-Alemanha
“Pernambuco - Um Mercado Crescente: Oportunidades de Novos Negócios”. Foi com essa perspectiva de um futuro promissor para os investidores que a Câmara Brasil – Alemanha (AHK) convidou os seus associados para uma palestra com o governador Eduardo Campos nesta segunda-feira (01/08), em São Paulo. Fundada há 95 anos, a entidade possui  1.500 filiados e é a maior das câmaras alemãs do mundo.

O evento reuniu cerca de 150 empresários, de vários segmentos, interessados em conhecer melhor o momento econômico do estado que mais cresce no País. “A Alemanha possui uma participação importante no PIB brasileiro (cerca de 10%). Queremos que o País contribua da mesma forma com o PIB de Pernambuco, disse Eduardo.

A apresentação do governador enfatizou o crescimento do setor eletro-metal-mecânico no estado, um dos pontos fortes da economia alemã. “O que antes atendia quase que exclusivamente à indústria açucareira e à construção civil em Pernambuco, já ganhou mercado graças a empreendimentos como a refinaria, o estaleiro e o polo petroquímico. E o melhor ainda está por vir. O setor ficará ainda mais forte com o início das operações da nossa indústria automobilística, farmacêutica e de siderurgia”, afirmou Eduardo. 

O governador também apresentou Pernambuco como um novo polo provedor de bens e serviços para os setores de exploração de petróleo, naval, gás e offshore e aproveitou a ocasião para convidar os empresários para a Pernambuco Petroleum Business, que acontece de 18 a 20 de outubro. O presidente da AHK, Weber Porto, se comprometeu em divulgar a feira entre os associados e a organizar a participação de uma missão empresarial alemã no evento.

Medida fortalece indústria diante de crise, diz Mantega

Medida fortalece indústria diante de crise, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira (2) que "o mercado brasileiro deve ser usufruído pela indústria brasileira e não por aventureiros", durante anúncio do programa Brasil Maior de política industrial. A afirmação gerou aplausos da plateia no Palácio do Planalto.

Mantega afirmou que o programa Brasil Maior é um conjunto de medidas para fortalecer a indústria nacional, no momento em que o mundo está em crise. "A crise se arrasta há mais de dois anos e países avançados não dão sinais de resolução de problemas, ao contrário. Os EUA estão à beira de um default (moratória), algo histórico", disse o ministro.

Nesse cenário, Mantega disse que a crise prejudica o setor manufatureiro brasileiro, que está em crise desde 2008. "Houve compressão dos mercados. Os emergentes que saíram da crise dependem das exportações para cumprirem as metas de PIB (Produto Interno Bruto). A indústria manufatureira está buscando mercado a qualquer custo. Eu diria que a concorrência é predatória", afirmou Mantega, na solenidade.

O ministro disse que o mercado brasileiro está sendo apropriado em parte por produtos importados em função da guerra cambial promovida pelos países, que têm manipulado o câmbio. "O dólar é a moeda que mais desvalorizou nos últimos meses, com isso os EUA estão tentando resolver sua crise para fora, por meio de exportações", afirmou.

Mantega disse que o governo tem adotado medidas para tentar evitar que o real seja extremamente valorizado. "O dólar teria caído abaixo de R$ 1,50 aqui no Brasil, se não fossem as medidas. Não foi, mas sabemos que é uma luta difícil", afirmou. Para o ministro, os países avançados continuarão com as mesmas políticas. Por isso, o Brasil precisa adotar medidas para proteger o mercado nacional.
Fonte: Agência Estado

Dilma: combateremos a corrupção de forma sistemática

Dilma: combateremos a corrupção de forma sistemática


A presidente Dilma Rousseff quebrou o silêncio em relação à nova onda de escândalos de corrupção na Esplanada dos Ministérios. Em rápida entrevista após o lançamento do Plano Brasil Maior de Política Industrial, no Palácio do Planalto, Dilma disse que o combate a corrupção é efetivo. "Combateremos a corrupção de forma sistemática, mas o governo não se pautará por medidas midiáticas", declarou, em resposta a uma pergunta sobre irregularidades no governo. Dilma não fez referências diretas às denúncias de irregularidades nos ministérios da Agricultura e da Cidades, pastas controladas, respectivamente, pelo PMDB e PP, novos alvos de acusações.

No mês passado, em julho, a presidente agiu rápido no caso da crise na pasta dos Transportes. Chegou a demitir 22 funcionários incluindo o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Desta vez, com o PMDB, principal partido aliado do governo no centro da crise, ela adotou uma posição mais cautelosa, não tomou decisões nem fez declarações mais contundentes.

Na entrevista, Dilma ressaltou que o Plano lançado nesta terça-feira (2) visa aumentar a competitividade, a eficiência, a agregação de valores e o combate a práticas fraudulentas e desleais de concorrência. A presidente acrescentou ainda que, na próxima terça-feira será lançado o Super Simples.

Fonte: Agência Estado

Anatel determina que empresas de telefonia divulguem listas de planos aos usuários

Anatel determina que empresas de telefonia divulguem listas de planos aos usuários

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou às concessionárias Embratel, Telefônica, CTBC Telecom, Oi e Sercomtel que dêem maior publicidade a todos os planos de serviços da telefonia fixa em seus portais na internet no prazo máximo de 60 dias.

Por meio de um despacho cautelar, a Anatel determinou que as concessionárias devem disponibilizar em seus portais um link de acesso na página inicial que irá direcionar para listas de todos os planos da prestadora, organizados por nome ou por ordem numérica. Ao clicar em um dos planos disponíveis, deve ser apresentada descrição detalhada do plano, acompanhado das tarifas em vigor.

Segundo a Anatel, as concessionárias foram notificadas para conhecimento e cumprimento do despacho. O eventual atraso na implementação total ou parcial da determinação expedida poderá resultar em sanções.
Fonte: Agência Brasil