CONEXÃO PASSIRA: 18 de Fevereiro de 2012

Radio

sábado, 18 de fevereiro de 2012

SEVERINO GARANTE QUE ESTÁ ELEGÍVEL E DISPUTARÁ A REELEIÇÃO NESTE ANO.

Demonstrando vigor e muita animação, o prefeito de João Alfredo Severino Cavalcanti (PP) participou de dois eventos carnavalescos na “cidade feliz” no dia de ontem (17).

No período vespertino, Cavalcanti prestigiou a “Educação na Folia”, bloco integrado por alunos, professores e demais membros do setor educacional local, em companhia do vice-prefeito Dimas Santos e dos vereadores Wilson França (presidente da Câmara Municipal) e Socorro Soares. À noite, o prefeito e sua comitiva acompanham o Bloco “As Mocréias” e em seguida deram ligeira passada no “Espaço da Alegria”, onde se apresentaram o Palhaço “Xililique”, o cantor Claudionor Germano e a Banda “Só Zueira”.

Indagado a respeito de sua inclusão no rol dos políticos alcançados pela aplicação da Lei da “Ficha Limpa” (Lei Complementar 135/2010), validada recentemente pelo STF para as eleições deste ano, Severino Cavalcanti disse que está tranquilo quanto à sua elegibilidade, uma vez que renunciou ao mandato de deputado federal em 2005 sem que tenha havido a abertura de processo contra a sua pessoa, conforme certidão obtida no dia 02 de dezembro de 2010, na Secretaria Geral da Câmara dos Deputados. O ex-deputado também afirma que não existe representação ou petição impetrada por partidos, entidades ou pessoas objetivando a abertura de processo por infrigência a dispositivo da Constituição Federal, conforme reza a alínea “K” do artigo 2º da Lei da “Ficha Limpa”.

Desta forma, Severino Cavalcanti frisa que sua maior preocupação, no momento, é tocar várias obras da administração municipal de João Alfredo, pavimentando sua reeleição à chefia da edilidade de sua terra natal. “Na próxima semana solicitarei outra certidão na Secretaria Geral da Câmara dos Deputados, apenas para confirmar o que eu já estou consciente: estou elegível para as eleições deste ano e vou vencer o pleito: os meus adversários não têm o que comemorar”, disse Cavalcanti.

Fonte  : Blog do Dimas Santos

ANA ARRAES SERÁ MULTADA POR NÃO DESOCUPAR APARTAMENTO.


A ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes, terá de pagar uma multa à Câmara dos Deputados por ainda não ter desocupado um apartamento funcional da Casa na Asa Sul, em Brasília (DF). É o que garante o quarto-secretário da Câmara, Júlio Delgado (MG), correligionário de Ana. A ministra pretende deixar o imóvel apenas na segunda quinzena de março.
Mãe de Eduardo Campos, governador de Pernambuco, Ana Arraes foi eleita para o TCU pelos colegas e renunciou ao cargo de deputada no dia 20 de outubro de 2011. Ela teria 30 dias para deixar o apartamento da Câmara, mas não o fez. No dia 30 de novembro, Delgado enviou ofício à ministra pedindo que deixasse o apartamento "com urgência". Em ofício encaminhado ao presidente da Câmara, Marco Maia, no mesmo dia, Ana Arraes pediu mais 30 dias de prazo.
O pedido de mais tempo para desocupar o imóvel