CONEXÃO PASSIRA: 11 de Outubro de 2011

Radio

terça-feira, 11 de outubro de 2011

TRABALHADORES SÃO RESGATADOS DE FAZENDA DE DEPUTADO FEDERAL.

Uma fiscalização do Ministério do Trabalho encontrou 22 trabalhadores que viviam em situação análoga à escravidão trabalhando em uma fazenda do dono da Itapemirim e deputado federal Camilo Cola (PMDB-ES) na quinta-feira (6).
Os funcionários eram contratados de uma empresa terceirizada e moravam em um alojamento numa fazenda vizinha à propriedade do deputado, o Complexo Agropecuário Pindobas, em Brejetuba (151 km de Vitória).
"Eles moravam em uma casa velha, com banheiro quebrado. Não tinha energia e eles diziam que a água era de péssima qualidade. Também não tinha camas e o lugar que usavam como quarto era misturado com a guarda de material", disse Alcimar Candeias, superintendente substituto da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Espírito Santo.
O alojamento havia sido alugado pela empresa terceirizada. Os trabalhadores atuavam no corte de árvores na fazenda.
Os empregados foram retirados do local e, na segunda-feira (10), receberam a verba da rescisão de contrato e voltaram para a cidade de Ipanema, em Minas, de onde vieram. De acordo com o Ministério do Trabalho, o valor da rescisão chegou a R$ 130 mil.
A assessoria do Grupo Itapemirim informou que o Complexo Agropecuário Pindobas fez um adiantamento de dinheiro a essa empresa terceirizada para que ela pudesse providenciar a rescisão de contrato com os trabalhadores.
Em nota, o grupo disse que é "infundada e sem cabimento qualquer alegação de 'trabalho escravo'" e que o que se constatou foram "irregularidades de alojamento que a empresa se apressou a resolver".
O grupo informou que está apurando as supostas condições irregulares e que reincidiu o contrato com a empresa terceirizada.
A nota informa ainda que o Complexo Pindobas é visitado pelo Ministério do Trabalho de forma rotineira e que nunca havia sido autuado. Diz também que o complexo cumpre integralmente todas as suas obrigações legais e que está ao dispor das autoridades para os esclarecimentos necessários.              Fonte :  Folha.com

NÁUICO DEIXARÁ AFLITOS E ASSUMIRÁ ARENA PERNAMBUCO A PARTIR DE 2013.


Os conselheiros do Náutico disseram sim à modernização. A proposta do consórcio da Arena da Copa para fazer do futuro estádio em São Lourenço da Mata a nova casa alvirrubra, a partir de junho de 2013, foi aprovada com maioria esmagadora de votos, ontem à noite, em reunião realizada na sede do Conselho Deliberativo do clube. 84 a 2 foi o placar. Agora, só falta a assinatura do contrato, que terá duração de 30 anos. A oficialização do acerto deve ocorrer na próxima semana, segundo informou o presidente do Conselho alvirrubro, André Campos. A definição da data caberá aos representantes da sociedade firmada entre a construtora Odebretch e a gestora inglesa AEG.

Os valores integrais do acerto ainda não foram repassados à impresa, mas já sabe-se que inicialmente o Náutico receberá R$ 1,5 milhão de bônus, além de outros R$ 5 milhões para serem injetados no Centro de Treinamento Wilson Campos. O valor total diluído ao longo das três décadas deverá girar em torno de R$ 16 milhões, isso porque o Náutico terá direito a receber uma garantia mínima mensalmente já a partir deste ano, quantia equivalente à média da receita dos jogos nos Aflitos. Procurada, a assessoria de imprensa do Consórcio da Arena da Copa informou que os representantes da sociedade só irão se pronunciar após a oficialização do acerto.

PREFEITO DE GARANHUNS REPUDIA PRÉ-CANDIDATURA DE DOURADO


Rivânia Queiroz, repórter especial
O clima no município de Garanhuns, no Agreste pernambucano, geralmente com baixas temperaturas, registrou uma mudança climática repentina. Isso aconteceu após o anúncio da chegada do pré-candidato do PSB, o prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado (PSB), ao domicílio de Garanhuns, onde pretende disputar a Prefeitura, em 2012. O fato tem gerado muita agitação.
Hoje pela manhã, o prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira (PDT), reuniu-se com a imprensa local para relatar sua indignação ao episódio. Segundo o deputado Isaias Régis, também prefeiturável, o pedetista repudiou o que chamou de uma ‘exportação de prefeito’. “O prefeito está revoltado. Ele disse que nunca havia visto isso na história política dessa cidade. Garanhuns tem potencial suficiente para indicar um prefeito. Temos cidadãos politizados. Tivemos até um presidente da república, por que agora essa exportação?”, questionou Isaias, ressaltando que o partido do governador está exportando prefeito. Ele seguiu a mesma linha adotada pelo prefeito de Garanhuns, na coletiva de hoje.
Na noite de ontem, pelo menos 20 partidos políticos também fizeram uma reunião na Câmara Municipal para se posicionar contra a candidatura de Dourado. Estiveram presentes vereadores, sociedade civil, representantes de associações e várias entidades                                

Fonte  :  Blog do Magno Martins
 

ELEITORES DE SEIS MUNICÍPIOS PODERÃO PERDER O DIREITO DE VOTAR SE NÃO SE CADASTRAR.


Eleitores de seis municípios pernambucanos devem fazer, até o dia 19 de dezembro, o recadastramento biométrico para as eleições 2012. Se não cadastrar a impressão digital até esse prazo, o eleitor corre o risco de ter o título cancelado e não poderá votar nas próximas eleições. A orientação é para quem vota nas cidades de Aliança, Caruaru, Catende, Macaparana, Sanharó e Vicência.
Para se cadastrar, é preciso levar o título eleitoral original, carteira de identidade ou de trabalho, CPF e um comprovante de endereço atualizado. O atendimento é das 8h às 16h, nos cartórios eleitorais de cada município. Sem a prova de que votou, o eleitor ficará impedido de se inscrever ou tomar posse em concurso público, tirar o passaporte e o CPF.                                                                                              Fonte  :   G1 PE