CONEXÃO PASSIRA: ALUNOS DE MEDICINA QUE INGRESSAREM NA FACULDADE A PARTIR DE 2015 TERÃO QUE TRABALHAR DOIS ANOS PARA SUS.

Radio

terça-feira, 9 de julho de 2013

ALUNOS DE MEDICINA QUE INGRESSAREM NA FACULDADE A PARTIR DE 2015 TERÃO QUE TRABALHAR DOIS ANOS PARA SUS.


Os alunos que ingressarem nos cursos de Medicina, tanto em faculdades públicas quanto privadas, a partir de janeiro de 2015, serão obrigados a trabalhar dois anos nua unidade do SUS depois de formados.
A mudança está prevista na Medida Provisória que institui o programa “Mais Médicos”, lançado nesta segunda-feira (8), em Brasília, pela presidenta Dilma Rousseff e os ministros da Educação, Aluízio Mercadante, e da Saúde, Alexandre Padilha.
“O pacto que hoje estamos consolidando talvez seja o mais essencial. Trata-se de um pacto pela vida, pela saúde de todos os brasileiros, em especial dos mais pobres, daqueles que mais precisam. O Brasil precisa de médicos para diferentes atendimentos, exigências e circunstâncias, precisa de médicos que atuem na atenção básica, que se dediquem à Medicina que cura e que previne”, disse a presidenta Dilma Rousseff.
Sobre a exigência de dois anos de trabalho para o SUS, mediante pagamento de uma bolsa, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que outros países já fizeram isto e se deram bem.
“É uma forma de aprimorar a formação do profissional. Um médico, antes de mais nada, tem de ser especialista em gente. Daremos oportunidade para eles atuarem junto à população e desenvolverem habilidade no cuidado integral das pessoas. E isso terá um impacto muito importante na saúde brasileira”, declarou o ministro.
Estes dois últimos anos do curso poderão ser aproveitados como uma das etapas da residência ou pós-graduação, caso o profissional opte por uma opção de especialização do ramo da atenção básica.
Fonte  :  Blog do Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário